Caso você não visualize as animações corretamente, clique aqui para fazer o download do plugin do Flash.

BM&F Bovespa

O Padrinho

Como surgiu o programa


Em 1990, a BM&F decidiu investir também no desenvolvimento do esporte nacional. A modalidade escolhida foi o atletismo, que permite a maior inclusão de jovens carentes, promessas que, pela própria falta de recursos, não teriam condições de dar continuidade à prática esportiva. Desde então, nomes de destaque do esporte nacional têm sido convidados para ocupar o posto de padrinho do Programa de Apoio ao Atletismo.

 

O primeiro foi Adhemar Ferreira da Silva, dono de vasto currículo nas pistas no salto triplo: campeão olímpico em Helsinque/1952 (16,22 m) e Melbourne/1956 (16,35 m), tricampeão pan-americano, pentacampeão sul-americano, hexacampeão brasileiro e bicampeão mundial universitário. Adhemar permaneceu no cargo até sua morte, em janeiro de 2001.

Arquivo Divulgação
Vanderlei Cordeiro de Lima na volta dos Jogos de Atenas/2004

 

Joaquim Cruz, único brasileiro a conquistar o ouro olímpico em uma prova de pista (Los Angeles/84, nos 800 metros), sucedeu Adhemar como padrinho. Mas Cruz foi morar nos Estados Unidos e a distância geográfica atrapalhava um relacionamento mais estreito com os membros do Programa.

 

Na São Silvestre de 2008, Vanderlei Cordeiro de Lima despediu-se das competições. Desde então, é o padrinho da B3 Atletismo. A ideia é ter como padrinhos atletas bem-sucedidos, já retirados das competições, que também sejam exemplos como seres humanos. 



Voltar à Home
Ir para o Topo
Copyright © 2010 Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. Acesse e conheça o Instituto BM&FBOVESPA. Termos e Condições.
Content Stuff