Caso você não visualize as animações corretamente, clique aqui para fazer o download do plugin do Flash.

BM&F Bovespa

Notícias

Vitória Rosa faz melhor marca da carreira nos 100 m e se aproxima da liderança do ranking brasileiro


Velocista da B3 Atletismo ganhou a prova do Circuito Ouro 5ª Etapa, em São Bernardo do Campo, com 11s38; Bruno Spinelli também fez o melhor resultado da carreira no salto com vara


Osvaldo F./Contrapé/B3 Atletismo


São Bernardo do Campo - Vitória Rosa venceu os 100 m do Circuito Ouro 5ª Etapa, competição da Federação Paulista de Atletismo, com a melhor marca da carreira, nesta quarta-feira (10/5/2017). A velocista da B3 Atletismo cumpriu a distância em 11s38, sua melhor marca pessoal (a anterior era 11s52) e ficou a apenas 0s01 da melhor marca do Brasil no ano - Rosângela Santos, que lidera o ranking nacional, fez 11s37 em março.

A carioca Vitória, de 21 anos, chegou à B3 Atletismo neste ano, depois de ter disputado os 200 m e o revezamento 4x100 m na Olimpíada do Rio, em 2016. Já nesta temporada, conquistou a vaga para representar o Brasil no Mundial de Revezamentos, nas Bahamas. No último dia 29, já havia conseguido igualar sua melhor marca pessoal (que era 11s52, desde 2015) na disputa do Campeonato Estadual, em Campinas. 

Vitória não escondeu a surpresa ao cruzar a chegada com um tempo 0s14 mais rápido do que já havia conquistado na carreira. "Foi uma ótima corrida, e eu não esperava. Foi surpreendente porque achei que esse seria um ano de transição, já que a primeira vez que treino com o Nakaya. Cada vez mais ele me mostra que eu posso correr 11s baixo e o resultado de hoje confirma isso. Nunca comecei um ano tão bem."

O técnico Katsuhico Nakaya frisou que Vitória está sendo preparada para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. "Ela é uma menina com potencial, uma atleta para 2020. Nós fizemos alguns ajustes nas deficiências que ela tinha e já houve essa evolução, mas ainda tem muito para melhorar." De acordo com o técnico, o resultado dos 100 m mostra que Vitória pode correr abaixo dos 23s nos 200 m (ela tem 23s11, de 2015, índice para a Olimpíada do Rio). 

Bruno Spinelli também bate recorde pessoal

Osvaldo F./Contrapé/B3 Atletismo

O saltador Bruno Spinelli também melhorou sua marca pessoal em São Bernardo do Campo, ao vencer a prova do salto com vara com 5,42 m. Ele já tinha batido seu recorde na temporada, quando alcançou 5,35 m, em março. "Fiquei bem animado. Estava indo bem nos treinos e achei que poderia chegar aos 5,40 m depois que fiz 5,35 m. Saiu! Hoje errei umas coisas nas tentativas de 5,50 m, mas acho que pode sair", disse o saltador de 20 anos.

Bruno, que foi integrado à B3 Atletismo nesta temporada, é treinado por Elson Miranda. "Ele vem treinando bem constantemente e fazendo resultados. Saltou 5,35 m, depois 5,20 m e hoje saiu. O trabalho era para sair o 5,40 m. Agora vamos pensar no 5,50 m, no GP Brasil (em 3 de junho) e principalmente no Troféu Brasil (9 a 11 de junho)", projetou o treinador.

O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA agora é B3 Atletismo. A mudança de nome da equipe é consequência do nascimento da B3 S.A., resultado da combinação de atividades entre BM&FBOVESPA e Cetip, efetivada em 30 de março de 2017.

A B3 Atletismo, comprometida com o desenvolvimento do Brasil pelo esporte, tem parceria com CAIXA, Prefeitura de São Caetano e Nike.



Voltar à Home
Ir para o Topo
Copyright © 2010 Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. Acesse e conheça o Instituto BM&FBOVESPA. Termos e Condições.
Content Stuff