Caso você não visualize as animações corretamente, clique aqui para fazer o download do plugin do Flash.

BM&F Bovespa

O Clube

Perfil


Desenvolvimento do Brasil pelo esporte, inclusão social e formação de atletas de alta performance


 

Divulgação
Fabiana Murer
Divulgação
Vanderlei Cordeiro
Divulgação
Marílson Gomes
Bruno Miani/CBAt
Maurren Maggi

 

Fabiana Murer, campeã mundial indoor e ao ar livre do salto com vara, Vanderlei Cordeiro de Lima, bronze na maratona na Olimpíada de Atenas, Marílson Gomes dos Santos, bicampeão da Maratona de Nova York, Maurren Maggi, campeã olímpica no salto em distância, já inscreveram seus nomes na história do esporte brasileiro. São histórias de sucesso, que se confundem com a própria existência da B3 Atletismo, que teve início em 2002.

 

Mas o apoio da Bolsa ao esporte começou bem antes, em 1988, com a criação do Prêmio Ouro Olímpico, idealizado por Fernando Nabuco de Abreu e Luiz Masagão Ribeiro, então integrantes do Conselho de Administração da BM&F.

 

Na época, a intenção era premiar os brasileiros medalhistas na Olimpíada de Seul/88. Hoje, os atletas contratados do Clube de Atletismo são reconhecidos por suas medalhas, recordes e resultados importantes, no Brasil ou no exterior.

 

Em 2002, surge o Clube de Atletismo BM&F - que se tornaria BM&FBOVESPA em 2008, com a união da BM&F e da Bovespa. E, em 30 de março de 2017, passou a ser denominado B3 Atletismo, consequência do nascimento da B3 S.A., resultado da combinação de atividades entre BM&FBOVESPA e Cetip.


Desde sua criação, o clube conquistou 14 vezes consecutivas o título do Troféu Brasil de Atletismo, de 2002 a 2015. Entre seus atletas, estão destaques como a campeã mundial outdoor e indoor Fabiana Murer (salto com vara), o bicampeão da maratona de Nova York Marílson Gomes dos Santos e o bicampeão mundial indoor do salto em distância Mauro Vinícius da Silva, recordistas brasileiros e sul-americanos de várias provas do atletismo, como Darlan Romani (do arremesso do peso), Wagner Domingos (lançamento do martelo) e Juliana Paula Gomes dos Santos (3.000 m com obstáculos).

 

Pelo clube também já passaram estrelas do esporte nacional, como Thiago Braz, campeão olímpico do salto com vara nos Jogos do Rio/2016, Maurren Maggi, ouro no salto em distância nos Jogos de Pequim/2008, e Jadel Gregório, vice-campeão mundial do salto triplo em Helsinque/2005.  

 

Agência Luz/BM&FBOVESPA
Thiago do Rosário André
Osvaldo F./Contrapé
Izabela Rodrigues

A B3 Atletismo também abriga jovens promessas de medalhas para o Brasil como Izabela Rodrigues da Silva, campeã mundial juvenil no lançamento do disco em Eugene (EUA), em julho de 2014, e Thiago do Rosário André, quarto colocado nos 800 m e nos 1.500 m no mesmo Mundial. E apoia a formação de base, por meio do Instituto Elisângela Maria Adriano (IEMA), em São Caetano do Sul, e o Instituto Vanderlei Cordeiro de Lima (IVCL), em Campinas. 

 

Para que seus atletas tenham as melhores condições de treinamento e infraestrutura, a B3 Atletismo conta com uma equipe técnica e médica das mais competentes. Nenhum aspecto é deixado de lado, de treinadores aos locais para o desenvolvimento de cada modalidade, de equipamentos a intercâmbios e clínicas internacionais, da psicologia à nutrição. Os atletas são funcionários, com todos os direitos assegurados, têm patrocínio, transporte para competições, uniformes, tênis, sapatilhas e tudo o que precisam para treinar com tranquilidade.

 

1 | 2 | Próxima >>

Voltar à Home
Ir para o Topo
Copyright © 2010 Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. Acesse e conheça o Instituto BM&FBOVESPA. Termos e Condições.
Content Stuff